segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Setembro sempre chega! Titans 43 x 13 Browns

Para o bem ou para alegria ou sofrimento, que preferimos em detrimento a falta de futebol americano, Setembro sempre chega. E, dessa vez chegou trazendo alegria!


Pouca gente fora do pequeno círculo de torcedores do Titans acreditavam nessa vitória, mas ela veio. Claro, vão dizer que as faltas mataram o Browns, e realmente elas deram uma boa contribuição, entretanto, vencer na NFL faz parte de um pacote maior do que acontece em campo, e, normalmente, excesso de faltas aponta para um coach staff que não está fazendo o seu trabalho da melhor maneira. Fato é que, vencemos!

Foi um jogo de futebol complementar, defesa, ataque e time de especialistas jogaram bem e, embora o placar tenha sido favorável, existe trabalho a fazer nas três fazes.

O time de especialistas não comprometeu nos retornos. Cairo Santos foi bem nos pontos extra e field goals, teve um bom desempenho nos Kickoffs também. O destaque fica para Brett Kern, com excelentes chutes que posicionaram bem a defesa durante todo o jogo.

O Ataque demorou um pouco a engrenar. Jogando contra uma defesa bem agressiva foi paciente e aproveitou a maioria das oportunidades geradas pela defesa. A OL estava jogando contra dois titulares e isso muita falta, Mariota foi sacado quatro vezes e houveram diversas corridas negativas por conta de serem dominados na frente. Aqui, acho que vale colocar a influencia do novo coordenador ofensivo Arthur Smith - ele procurou quebrar a agressividade da defesa do Browns com screens, tentou algumas antes de acertar uma, onde Mariota encontrou Derrick Henry que levou a bola por 75 jardas. Arthur Smith parece ser bem querido e fez um excelente trabalho determinando as jogadas a serem executadas, pude observar jogadas que foram implementadas ano passado (como a primeira recepção do calouro AJ Brown, que por sinal fez um excelente jogo), e algumas de que ele mesmo implementou como o segundo TD num passe para o Delanie Walker acho que esse OC pode ser bom.

A Defesa foi o ponto alto, como poderíamos prever. Depois da primeira campanha do Browns, o grupo comandado por Dean Pees, atormentou Baker Mayfield o tempo inteiro, evidentemente, quando se joga contra um ataque tão talentoso como o do Browns ser queimado em algumas jogadas é uma certeza. Pees fez bons ajustes e os Brown contribuíram com um monte de faltas ... no fim nossa defesa jogou muito bem. O pass rush ainda não está lá em primeiras e segundas descidas, os OLBs Sharif Finch e Harold Landry estão no segundo ano, e vão aprender muito do monstro Cameron Wake, que foi utilizado apenas em jogadas óbvias de passe, e, acabou com o jogo, tudo ali foi perfeito, a quantidade de snaps e os snaps nos quais foi utilizado, a secundária cobrindo por tempo necessário e o QB adversário não aguentou, foram cinco sacks (dois e meio do Wake), três interceptações fora o baile.

Foi bom, estamos de volta! Vamos ao próximo jogo contra Colts.


Nenhum comentário: