segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Fim da Era Mularkey ... Graças ao bom DEUS!

Chego em casa agora, e um amigo torcedor do Texans, que conhece o horror que tenho de Mularkey me deixa a seguinte mensagem:

"Você já pode assumir como HC do Titans, MULARKEY ESTÁ FORA!"

Claro que não acreditei de primeira, então fui ver como estava o movimento no grupo do Titans no Whatsapp (sim, temos um grupo, e se quiser entrar, é só entrar em contato comigo ou com o Diego) e os comentários estavam começando a bombar ...

Corri para o Twitter e Diego já estava mandando ver, xingando todos os desinformados, festejando e se divertindo. Claro que ainda não acreditei, seria bom demais prá ser verdade!

Fui para o site do Titans, e lá estava o comunicado:


Óbvio que eu não espero que você, que não acompanha o Titans, entenda a torcida de 90% dos torcedores do time pela demissão de Mularkey, a final de contas ele "levou" a franquia de 5-27 para 18-14 com uma vitória nos playoffs, é um período de sucesso que não víamos desde 2008, mas a questão aqui é: queremos ganhar o Superbowl a partir de uma divisão que será duríssima nos anos que virão, Mularkey é o cara para o trabalho? 

A resposta é: não! O nome do Titans é: Marcus Mariota ... você tem que desenvolver um sistema que maximize as qualidades do garoto! Mularkey nem de perto fez isso, com formações fechadas, com 2, 3 TEs o tempo inteiro, quando Mariota é muito melhor em formações abertas e passes rápidos. Resultado, Mariota regrediu do ano 2 para o ano 3. Ele queria um bom jogo corrido, tinha uma boa OL (que também regrediu de 2016 para 2017), dois bons RBs. Quando o RB #1, se machucou ele hesitou demais em colocar o #2, o garoto Henry já estava a um ano e meio como reserva, foi um pick relativamente alto e tem vontade de aprender, mesmo assim ele manteve Murray. Quando não teve mais como segurar o Murray no line up o que descobrimos? Que o moleque não tinha evoluido em diversos aspectos, é claro que o jogo contra Chiefs escondeu um monte de defeitos, mas fizeram um péssimo trabalho instruindo Henry, ele deveria estar pronto, em bloqs, leituras, jogadas etc, e não estava.

Então, especula-se que, a Franquia, na pessoa de seu GM, que está de olho nisso tudo, disse: eu dou extensão de um ano ao seu contrato desde que você faça como fez na defesa: contrate um bom OC, e saia da frente! Ele deve ter recusado e por isso foi demitido!

A franquia não agiu de má fé. A verdade é que nosso maior problema atualmente é o ataque, e prá resolver isso, Mularkey deveria abrir mão do mesmo.

Eu até escrevi aqui, http://www.titansbrasil.com/2018/01/fim-de-temporada-sentimentos-mesclados.html, que precisávamos de um OC, por que achava mesmo que Mularkey iria concordar com os termos que, obvimente, a franquia iria oferecer ... ainda bem que ele é teimoso e burro!

Vamos procurar outro HC! Espero que acertemos dessa vez!

PS.: McVay está disponível? Pena!!!

Go Titans!

2 comentários:

REI disse...

Eu fui contra o Mularkey desde a sua efetivação com HC. Infelizemnte são dois anos perdidos com ele e sua comissão técnica. Mas antes tarde do que nunca. Acho que o JR enxergou o que todos que conhecem um pouco de F. Americano enxergavam: Não temos um bom coaching. A surra que levamos no sábado foi exemplar neste ponto. Precisamos de alguem que nos traga de volta para o futuro ( estávamos no século passado).

abcs

Professor Marcelo Arantes disse...

Eu acho que a passagem de Mularkey foi importante prá construção da Cultura. É claro que isso poderia ter sido feito com outro coach, mas não estou infeliz com isso. O time tem outro mindset e isso é importante! O próximo HC tem que ser um cara bom de grupo, tem que saber o que fazer com Mariota e Cia, e não destruir a defesa.