segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Jogo #10 - Titans 47 x 25 Packers

Sejamos sinceros, nem o mais otimista dos torcedores do Titans esperavam uma vitória com esse nível de superioridade contra o Green Bay Packers. Acredito que assim como nós, as pessoas que escrevem sobre o Packers, como os amigos do Cheese Head Brasil (http://cheeseheads.com.br/), então tentando entender o que, de fato aconteceu e vou tecer minha opinião aqui, sintam-se à vontade para discordar (isso é sempre bom).
1º - O time jogou de maneira agressiva desde o primeiro instante nas três fases do jogo: Tentar o onside kick no primeiro lance é muito legal. É uma chamada de risco, mas quando se é franco atirador, tem-se liberdade para se fazer essas coisas. Um monte de lançamentos longos, um monte de blitzes ... foi bacana ver o time jogando dessa forma. Prá ganhar! Que é bem diferente de jogar para não perder.
2º - Colocar pontos no placar cedo: O primeiro quarto terminou 21-0. Isso é uma combinação de boas atuações das três fases da equipe, entretanto, marcar em suas três primeiras posses e evitar que o adversário pontue, vai te colocar em boa posição.
3º - Saúde: O Titans está bem saudável, não havia nenhum jogador importante fora dessa partida, em contra-partida, o Packers já perderam alguns bons. Entretanto, a NFL é assim mesmo. Infelizmente, contusões acontecem e é necessário ter profundidade no elenco.
Acho que esses foram os principais motivos. A defesa se redimiu do péssimo jogo da semana passada. E quando importou (o primeiro tempo) manteve Aaron Rodgers em cheque, sem espaços. O jogo corrido dos Packers foi anulado também, e a maioria dos números de Green Bay vieram quando o jogo já estava definido (se é que existe isso contra AR).
Coletamos 5 sacks e um monte de pressão no QB adversário!
Murray continua jogado o fino da bola, teve um TD de 75 jardas na primeira jogada ofensiva, carregou bem a bola, conseguiu jardas difíceis, recebeu para 33 jardas (156 jardas totais) e ainda lançou um TD para Delaine Walker.
E por falar em Walker ... que atuação do TE, ele estava em todo lugar do campo, bloqueando correndo e recebendo ... que jogador! Foram 9 recepções, e 124 jardas.
O grupo de WRs foi o que mais cresceu durante a temporada regular, Rishard Matthews está em uma série de cinco jogos consecutivos com pelo menos um TD, Tajae Sharpe pegou seu primeiro TD e Kendall Wright também coletou um TD.
A OL teve Lewan sendo ejetado ainda no primeiro quarto, por encostar no juiz (o que foi uma idiotice da parte dele), Dennis Kelly entrou e jogou o fino ... continuamos com excelente jogo nas extremidades da OL. Outra coisa curiosa foi a manutenção do Schwenke mesmo com a volta do Quinton Spain (que jogou como titular nos snaps iniciais). Achei que ele estivesse piorado a contusão, mas Mularkey não falou nada sobre contundidos na entrevista ontem, vamos ver se fala na de hoje.
É importante notar que a desconfiança no ataque diminuiu bem, visto que  a quantidade pontos que o mesmo tem marcado é considerável, principalmente para a forma “antiga” que o nosso ataque é construída (como DC, gosto desse ataque.).
E eu gostaria de terminar falando de três destaques:
1º - Marcus Mariota: O moleque está jogando demais, mesmo semana passada, quando os seus turnovers mataram o jogo, ele tem entregado além do esperado para o ponto da carreira noqual ele se encontra, ontem, novamente, lançou para quatro TDs, conseguiu algumas terceiras descidas importantes e é visível a melhoria dele nas bolas fundas ... Ontem ele chegou à marca de 20 TDs lançados em uma temporada, o último que fez isso foi Steve McNair, ele falou com um carinho sobre Air McNair que me levou às lágrimas ... tem muito o meu respeito Marcus Mariota! Muito mesmo!
2º - Kevin Byard – o calouro está em todo lugar da defesa, quebrando passes, marcando homem x homem, controlando zonas de cobertura, fechando o box no jogo corrido, dando tackles, for losses, sackando o QB ... que achado é esse garoto, se continuar assim, será uma das estrelas da liga daqui a uns dois anos, ontem ele jogou demais, demais mesmo!
3º - Jon Robinson – O GM mudou a profundidade do time, ontem terminamos o jogo com 40% da OL que começou como titular no ano passado, e a qualidade não caiu. Murray, Jones, Matthews, Kelly, Johnson e Kline são contratações importantíssimas para que o time esteja nesse nível. Falta talento, claro, mas temos um grupo jovem e promissor. Os Calouros vêm fazendo um excelente trabalho, e ainda ficarão melhores.
Estamos na briga pela divisão e pelo Wild Card (acho esse mais difícil).

Go Titans!

4 comentários:

REI disse...

Quando Mariota protege a bola ele é grande!!!! Tomara que se repita no domingo contra os Colts. Eu não aguento mais perder para eles!!!

diego freitas disse...

Nada mais importa nessa temporada!! Temos que vencer o Colts!! Não importa como, não importa de quanto!! Temos que vencer!!

Professor Marcelo Arantes disse...

Isso ... temos que vencer. Colts, Bears, Jaguars e Texans aí será uma temporada feliz! eheheheheheh!

diego freitas disse...

De boa.... Eu não sei quem eu odeio mais, o Colts ou a falta de colhões do próprio Titans VTNC!