terça-feira, 1 de novembro de 2016

A primeira metade do Titans em 2016

O Titans de 2016 é o melhor desde 2011. Não só o número de vitória mostra isso, como o que o time apresentou em campo. Vencemos metade das partidas, porém em todas as derrotas o time sonhou com a vitória até o final do último quarto.
Logo em sua estreia, o Titans mostrou que era um time diferente. Os primeiros 30 minutos diante do Vikings foram excelentes. Ataque e defesa funcionaram bem, anulando uma equipe que tem tudo para vencer a sua divisão. Erros individuais acabaram nos custando a sonhada vitória em casa. Na semana seguinte, o elenco mostrou um poder de recuperação incrível ao virar um jogo que parecia perdido. Não acho que o Titans merecia a vitória diante do Lions em Detroit, mas ela veio.
Em seu retorno a Nashville, o time teve pela frente o Raiders, equipe que quase vencemos em 2015. Foi um jogo muito bom da defesa, mas o ataque não entrou em campo. A ausência do Walker prejudicou demais o plano de jogo da equipe. Diante de uma das piores defesas da NFL, a gente marcou apenas 10 pontos. Nos minutos finais, o Titans chegou a ficar a duas jardas de empatar o jogo, mas uma série de faltas impediram a primeira vitória em casa.
No nosso primeiro jogo dentro da divisão, o Titans teve uma atuação estranha em Houston. Nos primeiros minutos, o Texans parecia que ia atropelar, mas a defesa reagiu e o ataque encontrou o seu ritmo. O que determinou o resultado da partida foi a péssima atuação do Special Teams, responsável por 10 pontos dos nossos oponentes. Mais uma vez chegamos ao último drive com chances de empatar a partida, mas dessa vez o ataque não conseguiu nem sequer chegar a red zone.
Ainda viajando pelos EUA, o Titans foi até Miami encarar o Dolphins. Acho que essa foi a nossa atuação mais redonda em todo ano. O time da casa não teve chance de vitória em momento algum. Pontuaram porque perdemos uma série de tackles em algumas big plays. O ataque terrestre engoliu a DL com Suh, Wake e Williams.
Tentando vencer jogos consecutivos pela primeira vez desde 2013, o Titans recebeu o Browns. Novamente o ataque mostrou do que é capaz. Mariota acertou passes longos e o Murray conseguiu correr bem contra uma defesa muito sólida contra o jogo terrestre. O placar ficou apertado porque o nosso ST é um desastre. Deixamos o time de Ohio recuperar um onside kick de forma pífia.
O duelo mais aguardado da primeira metade da temporada não foi do jeito que a gente queria. Mesmo embalado, o Titans não conseguiu finalmente derrotar o Colts. A verdade é que todo o time atuou muito mal, mas mesmo assim a gente teve a bola para vencer o nosso rival nos últimos dois minutos.

O Jaguars acabou pagando pela nossa derrota diante do Colts. Em nosso único jogo televisivo em 2016, o Titans não tomou conhecimento da equipe da Flórida. Antes do final do primeiro já era claro que venceríamos.

2 comentários:

Hugo mello disse...

Tenho certeza que esse é o ano da retomada, acredito que vamos fazer uma boa campanha mesmo que não venha playoffs, o melhor de tudo é que estamos formando um time competitivo e no ano que vem teremos duas first round pick´s nas mãos de um GM que mostrou que sabe fazer boas escolhas!!!

Go Titans!!

Hugo mello disse...
Este comentário foi removido pelo autor.