terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Titans está no relógio

O pior aconteceu em 2015. Antes do início da temporada regular, deixei aqui os meus prognósticos otimistas, realistas e pessimistas. O cenário mais desalentador previa três vitórias, contra o Bucs fora de casa e nas partidas frente ao Raiders e ao Jaguars no Nissan Stadium. Uma péssima atuação das zebras nos tirou o triunfo contra Oakland, porém os outros dois vieram. Ainda derrotamos o Saints em New Orleans, feito que não coloquei nem em minha previsão mais otimista.

Por conta do nosso fraquíssimo calendário, o recorde de 3-13 garantiu a franquia a primeira escolha do draft. Não escolhemos nessa posição desde 1978, quando o time levou para Houston Earl Campbell, possivelmente o melhor RB da história do clube.

No dia seguinte ao fim da temporada, o agora Presidente Steve Underwood anunciou que o Titans não vai renovar o contrato do GM Ruston Webster. Ainda na entrevista coletiva, foi dito que o HC interino Mike Mularkey é um dos dez finalistas ao cargo de HC.

Sobre os dois anúncios o que eu digo é o seguinte: vieram no momento certo. Webster venceu apenas 18 jogos em quatro temporadas. Fez boas escolhas no draft e trouxe nomes do calibre de Delanie Walker e Brian Orakpo no free agency, mas isso não impediu que o time tivesse o elenco mais fraco da NFL. O grupo de titulares é bom, tá longe de ser o pior, mas em uma liga com tantas contusões, você precisa ter profundidade, e nesse quesito falhamos de forma assustadora.

Acredito que o Mularkey será entrevistado por pura cordialidade. Se o seu período como interino fosse a sua primeira experiência como HC, acho que ele até poderia vencer essa corrida. Terceiras chances na NFL são raras, principalmente para treinadores que possuem apenas uma temporada vitoriosa.

O Titans começou a busca por um novo HC logo após a queda do Whiz. Uma lista com 155 nomes foi elaborada. Agora restam apenas dez candidatos. Até o momento, o time não pediu para conversar com nenhum deles. Underwood disse que não há uma necessidade de contratar um GM primeiro que o HC, mas ao que tudo indica, a franquia seguirá essa ordem. Também não vão trazer um HC para atuar como GM. Com isso, Chip Kelly parece estar fora da disputa.


O meu favorito ao cargo de HC é o Hue Jackson, atual OC do Bengals. Ele tem experiência como HC, é ótimo com os jogadores, fez um tremendo trabalho a frente do ataque do clube, principalmente desenvolvendo Andy Dalton e vários jogadores de linha. Hoje o clube é uma das franquias mais fortes da NFL, cenário bem diferente daquele que o Jackson encontrou quando foi pra lá.

Nenhum comentário: