segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Jogo #2 - Titans 10 x 26 Cowboys

Então, Dejavu ... só que a cor do uniforme não era a mesma da semana passada, pena! O que quero dizer é que os Cowboys fizeram basicamente o que aos Chiefs. Limitaram nosso ataque a um monte de campanhas de três jogadas e aproveitara este instante para controlar o relógio (correndo com a bola) e o placar (marcando logo um monte de pontos).
A verdade é que não existe mais time bom sem um bom QB na NFL, e o nosso QB pode ser muito bom em uma semana e péssimo na semana seguinte, ou seja ele é medíocre e concordo com o Diego Scorvo e com o REI que não há lugar para mediocridade quando se quer ganhar um Superbowl nessa liga. Em fim, vamos a infeliz análise.
Locker jogou muito mal no primeiro tempo, no segundo melhorou, mas ainda assim, não foi bem. Errou passes que até Vince Young acertaria com WRs totalmente abertos, segurou a bola tempo demais entrou em erros forçados pela mudança de visão da defesa no pré snap ... ele fez um jogo de calouro e, na minha opinião, se fizer mais uns 3 destes e não irmos aos playoffs, estará fora do Titans ano que vem (eu gosto dele, mas não acho que ele é o cara que nos conduzirá à terra prometida, oremos).
A OL que foi muito mal semana passada, deu sinal de melhoras, acho que pode ser boa ainda este ano, mas está longe de ser a OL dominante de outrora.
O ataque corrido não foi mal, e acho que o erro no início foi não entregar a bola na mão dos caras em segundas para 5, 6 ou 7. Greene estava conseguindo as jardas difícieis, por que não deixar o cara correr, se Locker estava tão mal?
Delaine Walker foi o melhor cara do ataque ontem, com 142 jardas recebidas e um TD, deu um trabalhão para marcá-lo. Kendall Writh também não foi mal. Mas Washington e Hunter precisam segurar a bola, principalmente em terceiras descidas.
A defesa contra passes começou bem, os CBs estavam cobrindo legal e isto resultou em 3 sacks no primeiro quarto (dois de Jurrell Casey - que jogou bem), mas a coisa logo desandou o jogo corrido começou a entrar demais e Horton teve que mudar a marcação da secundária para ajudar o jogo corrido, e aí, nem um nem outro. Qualquer jogada que os caras tentavam dava certo. O jogo corrido dos caras nos matou ... simples assim!
O Diego disse tudo quando comentávamos sobre o jogo, parecia que o Titans era um time de universitários jogando contra o Cowboys. Foi muito difícil ver. Eu questiono uma ou duas decisões do Horton, a principal é tirar Michael Griffin do Center Field. Deixa o cara lá atrás e vem trás Pollard pro box, eu sei que ele quer ser imprevisível, mas Griffin é medíocre no box o um craque no fundo, Pollard é justamente o contrário, então deixe os garotos em suas posições.
Novamente: a OL dos Cowboys junto com DeMarco Murray acabaram com o jogo!
Em fim, deveríamos ganhar este jogo, agora vamos ter que ganhar um dos dois próximos, contra os Bengals ou contra os Colts.
Um abraço às amigas Cowgilrs que estão/irão me encher a paciência durante essa semana: Iago Reis, Tiago L'Orindo Barbosa, Murilo Quinni e ao Guilherme Cohen, que não é Cowgirl mas não deixa de me lembrar, sempre que pode, da mediocridade de Jake Locker.
Go Titans!

6 comentários:

Anônimo disse...

Apenas pra salientar o que comentei no post anterior, medíocre não é ser ruim, tão pouco ser bom, é ser mediano. E é isso que ao longo de todo esse tempo locker vem apresentando em seu jogo.
Mas é óbvio que um time não se resume a um jogador, exemplo do Texans tem o JJ como xerife (até TD o cara tá fazendo) e pode ter o Fitztragic como QB....... Mas no final times com qbs de atitude vencedora e consistência fazem a diferença.
Nenhuma defesa por mais top não sobrevive sem ataque concistente.

O Paulo Antunes deu uma definição boa: são esses os bons times de promessas que nunca vão aos playoffs...

Vamos torcer.

Go Titans!!

Diego Freitas

Diego Scorvo disse...

Assim como não deveríamos nos achar a melhor equipe do mundo há sete dias, hoje não devemos decretar a nossa eliminação. Na NFL três dias de treinamento significam muito. O próprio Cowboys, que se mostrou um time fraco contra o 49ERS, atual de forma oposta ontem. Acho que o verdadeiro Titans foi aquele que entrou no segundo tempo. Acredito que com a presença do Jason McCourthy na secundária, poderíamos ter virado a partida. Pode parecer choro de perdedor, mas uma falta ridícula marcada no Dez Bryant influenciou o resultado. A NFL ainda vai quebrar a cara com essa estratégia de transformar o jogo em um flag football. Com as defesas sendo massacradas pelas faltas inexistentes, o número de viradas cairá, o nível do jogo também, e aí a audiência seguirá o mesmo caminho.

Sobre o Tennessee, a nossa defesa atuou como um grupo que está se familiarizando com um novo esquema. O Pass Rusher funcionou muito bem, problema foi que a DL não conseguiu conter a OL. Já os ILBs não conseguiram estancar a sangria.

Acho que é possível ir longe com o Locker, mas o Locker do bem, o Locker da primeira semana. Porém o Titans como um todo sofre com a falta de playmakers, e isso mata o time. Ontem poderíamos ter virado o jogo se o Pollard ñ dropa uma INT do Romo. Polamalu não isso. Sherman também. J.J. Watt, por sua vez, consegue um fumble quando precisa, mas não o Morgan.

Com a falta de estrelas, mas com a presença de bons treinadores, podemos brigar por playoffs, mas para sonhar com título, é preciso algo mais, e isso não há em Tennesseee.

Ps: Como é espetacular ver o Chris Johnson se fuder. Jogador absurdamente overrated. RB unidimensional. FATO!

Professor Marcelo Arantes disse...

Então, foi um freio ontem, Horton disse 4 semanas até a defesa clicar de fato, mas ontem me pareceu estarmos um pouco mais distantes do que isto. CJ who?

REI disse...

Quero deixar claro aqui que torço para o Locker mais do que ninguem. Porém meu lado analista já superou o lado torcedor faz tempo, quando o assunto é o nosso Qb. Draftamos mal. Talvez Locker ficasse para a segunda rodada e pudéssemos pegá-lo lá. Hasselbeck era o nosso QB.

Voltando ao jogo ontem, a falta que nos matou foi uma em que o Pollard tackleou o jogador do Dallas dentro de campo e deram falta ( que não existiu e possibilitaram o primeiro FG do Dallas). Quanto a playmakers, vejo que não estamos dando valor a defesa nos drafts. Deixamos Verner ir e não assinamos ninguem em seu lugar. Estamos sem profundidade no CB.
Mesmo com McCourthy não viraríamos o jogo. O ataque nos matou. Nosso QB nos matou. Nate Washington nos matou com seus drops "a la 2009". Temos dois promissores WRs porém Nate para mim é overrated.
Gosto do Zach Mettemberger e se o negócio ficar feio nas próximas partidas, é hora de olhar para o outro lado, por o calouro para jogar e despachar o Locker.

Diego Scorvo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego Scorvo disse...

Não que o McCourty estivesse anulando completamente o Dez Bryant, mas com ele fora o Dallas parou de respeitar os nossos CBs, e com razão. Dez ganhou o jogo sozinho. E quando inventaram o PI nele, Dallas iria para o punt com o jogo 16x10 no final do terceiro quarto. Não reclamo mais faltas no Pollard, o cara é visado pelos árbitros e sabe disso. Tá na hora de deixar de ser burro e maneirar um poucos nas jogadas duvidosas.

Locker foi muito mal, mas o ataque não ajudou. Se os WRs não conseguirem se separar dos CBs, podemos colocar o Manning ali que vai dá merda. Não enfrentamos a Legion of Boom, era o Cowboys. Desempenho do ataque foi pífio.