terça-feira, 29 de abril de 2014

O caso de ... Justin Gilbert

Justin Gilbert - CB - Oklahoma State University (OSU) - também tem sido um pick bem popular nas rodas de especialistas americanos.

Por que draftá-lo? Perdemos Auterraum Verner, nosso CB #2 para Tampa Bay, e isto é uma grande perda, principalmente pela forma que a liga está montada atualmente, baseando-se no jogo aéreo, existe a necessidade de se ter, pelo menos, três bons corners no elenco. Justin Gilbert está pronto, vai entrar jogando. Além de ser bom corner, é excelente retornador de kicks. O é bom jogando homem a homem e também em zona.

Por que não draftá-lo? Eu já vi este filme antes, quando perdemos Cortland Finnegan para os Rams, a maioria indicava um corner para os Titans no primeiro round, eles não conheciam Auterraum Verner, e nós torcedores sabíamos que estaríamos ok com o garoto. O elenco atual conta com Coty Sensabauch (que tem jogado muito bem de Nickel a dois anos, e bem), no ano passado draftamos Blid Whre Wilson no terceiro round, o garoto estava cotado para sair no primeiro round, jogou nos dois últimos jogos ano passado, revezando com o Verner, e foi muito bem, temos ainda Campbell que é excelente no time de especialistas (reza a lenda [Jerry Gray] que ele disputou posição pau-a-pau com Verner nos últimso dois anos [kkkkkkkkkk]) e Kalid Wooten que, também, jogou nos últimos dois jogos ano passado. Gilbert, embora seja muito bom, precisa melhorar o apoio contra o jogo corrido. Tende a perder rotas comebacks, L Ins e Slant ins, mas nada que não possa ser consertado com um pouco de técnica.



Minha opinião? Em uma situação normal eu não o draftaria por causa da situação do elenco, acho que o substituto do Verner está no elenco. Se não tiver ninguém melhor no pick #11, e não conseguirmos fazer um trade down, pegue o garoto por que ele é bom, e vai, automaticamente melhorar tanto a secundária quanto o time de especialistas.

Go Titans.

Um comentário:

Diego Scorvo disse...

Seria uma escolha sólida, mas ainda prefiro um LB.

Titans nunca me decepcionou em drafts. A equipe já escolheu jogadores que eu não queria, mas nada de assustador. Confio no nosso staff.